21 maio 2018

O que aprendemos com o Plenitude

De tudo o que tenho aprendido no trabalho de estimular o desenvolvimento integral do potencial humano, e após termos atingido a marca de mais de 10.000 alunos capacitados no Workshop Plenitude, cheguei à seguinte conclusão:

A imensa maioria das pessoas (talvez 90%) não compreende, a princípio, o processo de desenvolvimento de seus próprios potenciais. Quando o participante chega, ele não conhece os principais desafios e não percebe as grandes oportunidades embutidas nesse processo.

Trago alguns dados que complementam essa conclusão:

  • Segundo o Instituto Gallup, em estudo realizado para medir o sucesso das empresas baseado nos pontos fortes dos colaboradores, apenas 3% dos trabalhadores afirmaram que seus principais desafios profissionais estão claramente alinhados com suas forças mais autênticas.
  • Apenas 35% da força de trabalho mundial já atingiu alto índice de engajamento em algum momento, de acordo com um estudo global realizado pela Willis Towers Watson com 32.000 colaboradores de organizações.
  • E mais: o engajamento, segundo o Instituto Gallup, está diretamente ligado à sustentabilidade dos resultados organizacionais.

Pergunte, então, às pessoas se elas entendem a distinção entre diferenciação e integração, se conhecem suas principais forças de caráter e como podem aproveitá-las melhor no cotidiano. Questione se elas sabem quais são as suas principais inteligências e como poderiam desenvolvê-las melhor, assim como de que forma os valores culturais dirigem suas escolhas. Verifique se elas conseguem manter o foco em seus projetos essenciais e se possuem estratégias claras para cultivar emoções positivas e aumentar sua resiliência. Pergunte-as a respeito do significado claro de maturidade… Com certeza, você ouvirá poucas e imprecisas respostas.

Na medida em que as pessoas entram em contato com esse corpo de saber, apropriadamente contextualizado, por meio de uma linguagem simples, com dinâmicas instigantes de aplicação, elas despertam para o desejo de se conhecer melhor e de cuidar melhor de seu crescimento pessoal contínuo, de fazer escolhas que as conduzam ao florescimento em vez do murchamento existencial. E mais: ato contínuo ao workshop, começam a relatar os benefícios de reorganizar, mentalmente e na prática, as suas vidas.

Veja alguns dos depoimentos que recebemos com frequência das pessoas que foram impactadas com o Plenitude:

A história que mais me impactou foi de uma pessoa que escreveu uma carta de agradecimento, tomando como base um dos exercícios do Plenitude. Ela me relatou o quanto fez bem agradecer a quem sempre lhe ajudou no seu caminho e o quanto a outra pessoa se sentiu nobre com este agradecimento. Igor Prado, Diretor Administrativo da Opus Incorporadora, que aplicou o Workshop Plenitude em 35 pessoas.

Enquanto profissional de RH percebo a importância do curso para uma melhora no clima organizacional, gerando maior proximidade entre pessoas e áreas. Enquanto ser humano, o curso me fez refletir um pouco mais sobre o meu propósito de vida e me abriu os olhos sobre dar mais valor às pessoas que realmente são importantes na minha vida. Juliana Maria de Oliveira, Coordenadora de Recursos Humanos da Opus Incorporadora.

O Plenitude me despertou para que eu me conhecesse mais. Não deixei de pensar um minuto sobre aquelas técnicas de conhecimento que me foram lançadas. Eu realmente não sentia me realizada. Percebi que eu não precisava passar por cima dos meus princípios e que o céu era meu limite! Resolvi sair do meu emprego e, na semana seguinte, encontrei outro trabalho que, inclusive, me remunerará melhor. Hoje, falo com tranquilidade que foram as aulas do Plenitude que me deram essa segurança, me ensinaram a me entender melhor e sair totalmente da minha zona de conforto. Quero aprender mais sobre essa jornada do Plenitude e dar continuidade a minha aprendizagem e ajudar quem for preciso. Juliana Coutrim.

Certamente que eu e meus colegas participantes saímos melhores na medida que pudemos conhecer, um pouco que seja, da grandeza de inteligências, habilidades e características individuais que cada um de nós carregamos e/ou podemos aprender. E, melhor ainda, compreendermos o valor e a relevância de nossas diferenças, que além de nos tornarem tão únicos, nos fazem também complementares uns aos outros. Vinicios Araújo.

O Plenitude foi um divisor de águas em minha vida. Estava em uma profunda crise por não saber para onde ir e aonde queria chegar. Comecei a fazer a pós-graduação e tive acesso ao Workshop. Como se tudo tivesse me trazido até aqui. Eu estava prestes a pedir demissão no trabalho e ficar em casa (que pensamento pobre!). Hoje, sou outra pessoa. Tão cheia de luz sobre mim e o caminho que quero trilhar. Eu já sei aonde quero chegar e sei que é só o início. Jamais esquecerei deste aprendizado. Sigma Batalha.

Quem não cultiva assertivamente o próprio desenvolvimento, fica à mercê de seus instintos básicos e das influências nem sempre positivas do ambiente social. Embora os outros possam nos estimular, ninguém pode fazer esse cultivo por nós. A Ciência do desenvolvimento humano tem evoluído muito nas últimas décadas. Está na hora de levar esses saberes à população. As pessoas têm o direito de saber.

Saiba Mais sobre o Plenitude.

Luciano Meira
Cofundador da Caminhos Vida Integral

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.