7 jun 2018

FATORES DE BEM-ESTAR PSICOLÓGICO EM UM MUNDO V.U.C.A.

Na Grécia dos grandes filósofos, muito se discutiu sobre quais seriam os caminhos para se atingir a felicidade. Os hedonistas apostavam suas “fichas” na frequência e na diversidade dos prazeres, enquanto os eudaimonistas acreditavam que a felicidade emana da prática das virtudes. Os cínicos pensavam que a pobreza seria um bom antídoto contra a infelicidade, afinal, quem nada tem nada pode perder, e os estóicos levaram essa ideia a um grau de maior sofisticação, ensinando que nem o ter nem o não ter resolvem a angústia da existência, pois antes de mais nada é necessário cultivar o fortalecimento do ser, pois o ser fortalecido pode suportar qualquer destino com serenidade.

Hoje, no mundo líquido em que vivemos, também chamado de Mundo V.U.C.A. (cheio de volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade), a Ciência da Psicologia Positiva vem ao nosso auxílio com respostas mais confiáveis, baseadas em pesquisas consistentes, apresentando-nos os fatores do Bem-Estar Subjetivo.

Foi o Psicólogo Martin Seligman, PhD, em seu livro Florescer[i] quem sintetizou os 5 fatores que utilizo aqui para referenciar as minhas dicas de Bem-Estar para os indivíduos. A ordem que adoto é a mesma usada no Workshop Plenitude[ii], e embora as práticas tenham efeitos imediatos para o nosso bem-estar, realço a ideia de que o seu verdadeiro efeito aparece ao longo de um processo de estruturação de longo prazo.

Vida Significativa:

No final de cada ano, em vez de pular sete ondinhas, escreva ou reescreva uma declaração de propósito de vida. Explique para si mesmo a principal contribuição que pretende fazer para a sociedade pelo uso de suas forças pessoais, de seus talentos, de suas competências.

Você possui uma declaração de propósito de vida?

Você tem trabalhado realisticamente para deixar legados para a sociedade?

Vida de Realizações:

Aprenda a enxergar o essencial e descartar o acessório. Pessoas que realizam seus sonhos e ideais possuem filtros mentais. Elas praticam o Princípio de Pareto: sabem que 80% dos efeitos se devem a 20% das causas, e que 80% dos resultados são provenientes de 20% de seus esforços.

Você se considera um essencialista?

Vida Engajada:

Algumas atividades nos engajam tanto que perdemos o controle do tempo. Nós nos sentimos bem apenas por realiza-las. É assim, por exemplo, com um artista ou um escritor, que se concentra tanto em seu trabalho, fazendo-o com tanta energia e criatividade que experimenta uma espécie de êxtase, fenômeno que hoje é chamado de FLOW, ou estado de fluxo.

Você tem pelo menos um tipo de atividade no seu trabalho em que fica extremamente concentrado, focado, absorvido, motivado e nem percebe o tempo passar?

Vida de Relacionamentos Positivos:

Grande parte do Bem-Estar Subjetivo é derivado de relacionamentos de qualidade. E relacionamentos duradouros de qualidade se baseiam em amor, confiança, comunicação clara, empatia, valorização mútua. Na falta desses elementos, qualquer relacionamento se fragiliza.

Você se considera um bom ouvinte das pessoas com quem convive?

Você tem o hábito de apreciar as qualidades das pessoas, e pontuar essas qualidades, em vez de focar muito nos defeitos delas?

Vida Aprazível:

Os pesquisadores já sabem que ao viver com propósito, realizando projetos essenciais, entrando em estado de fluxo e cultivando relacionamentos positivos as pessoas começam a ter um percentual de três emoções positivas para cada emoção negativa. O Dr. Martin Seligman afirma: “a emoção positiva é muito mais do que uma sensação agradável; ela é um sinal evidente de que está havendo crescimento, de que está havendo um acúmulo de capital psicológico”.

Exemplos de emoções negativas: raiva, medo e tristeza

Exemplos de emoções positivas: gratidão, serenidade, alegria.

Como anda a sua proporção entre emoções positivas e negativas?

Vida Transcendente:

Além desses 5 fatores apresentados pelos pesquisadores, acrescento o aspecto da espiritualidade. Nunca houve tantas evidências científicas a respeito dos benefícios da meditação como atualmente. Todos deveriam ler a obra de Goleman e Davidson, A Ciência da Meditação[iii], riquíssima em dados de pesquisa sobre esses benefícios.

Você pratica meditação?

 

Luciano Meira
Cofundador da Caminhos Vida Integral e autor do livro “A Segunda Simplicidade: Bem Estar e Produtividade na Era da Sabedoria”.

____________________

[i] SELIGMAN, Martin. Florescer – Uma nova compreensão sobre a natureza da felicidade e do bem-estar. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2011.

[ii] Workshop Plenitude – Curso de Desenvolvimento do Potencial Humano da Caminhos Vida Integral – já formou mais de 10 mil pessoas nos últimos 15 meses. Ver informações em www.camimnhosvidaintegral.com.br

[iii] DAVIDSON E GOLEMAN. A Ciência da Meditação – como transformar seu cérebro, mente e corpo. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2017.

1 Comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.