26 mar 2018

É POSSÍVEL CRIAR HARMONIA SOCIAL?

Desde que o Homo Sapiens perambula pelas estepes africanas, nossas atitudes evoluíram lentamente em quatro níveis potenciais.

1 – Defensiva-egocêntrica-instintiva

Neste nível, cada indivíduo procura apenas o seu próprio prazer e sobrevivência. O valor central da vida é colher vantagens pessoais, sob o lema “Os fortes vencem os fracos”.

2 – Competitiva-etnocêntrica-inteligente

Neste nível, as pessoas se organizam em clãs, depois em cidades-estado, em reinos, em nações, em igrejas, em empresas, e competem coletivamente por poder e riqueza. Os grupos vencedores superam os perdedores.

3 – Colaborativa-pluralista-sensível

Neste nível, as pessoas percebem que é possível viver de tal modo que todos ganhem, aprendem que a colaboração produz resultados muito superiores aos da competição. Então, cada comunidade se esforça para não deixar as demais em desvantagem, pois o sofrimento de um afeta a todos.

4 – Harmoniosa-mundicêntrica-espiritualizada

Neste nível, as pessoas querem viver para cumprir uma missão no mundo. Elas compreenderam que nada traz mais satisfação para a alma humana do que colocar seus melhores talentos a serviço da sociedade. Essa atitude só é possível para aqueles que encontraram a fonte infinita de todo o bem-estar dentro de si mesmos, e que, portanto, não se sentem mais na obrigação de se adaptar aos ditames sociais para sobreviver.

Quanto maior o número de pessoas capazes de alcançar o quarto nível, mais harmonia haverá no mundo. Os sociólogos sabem que mudanças acontecem quando existe “massa crítica” em torno de uma nova forma de pensar.

Na dimensão humana, a harmonia é uma conquista pessoal que pode se tornar coletiva e sistêmica. Somente como um efeito colateral, ela flui de dentro para fora, nunca ao contrário.

Harmonia não é algo que o Estado ou as empresas poderão algum dia conceder ao indivíduo. Ao contrário: se existe algum grau de harmonia na sociedade, ela é criada por pessoas interiormente bem-resolvidas e integradas.

Luciano Meira
Cofundador da Caminhos Vida Integral e Diretor de Metodologia do IPOG

1 Comentário

  1. Ju Linares

    Profundo e verdadeiro professor. Essa harmonia pode tb ser criada por um movimento meditativo entre um número grande e pessoas meditando ao mesmo tempo. O poder da consciência coletiva sempre trará benefícios pra sociedade em que vivemos. Eu fiz um curso de Meditação Transcendental para ter ainda mais embasamento pra falar sobre o assunto no curso de IE, e de todas práticas contemplativas e concentrativas que eu há estive praticando, essa pra mim, foi a que mais me levou a momentos de consciência pura.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.